Online

Ranking aponta as melhores (e piores) escolas municipais de Osasco

No início do mês de setembro, foram divulgados os dados do Ideb correspondentes ao ano de 2015, possibilitando medir o desempenho das escolas municipais de Osasco, ou seja, daquelas que abrigam estudantes do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental.

O Ideb é um índice calculado a partir de dois componentes: taxa de rendimento escolar (aprovação) e médias de desempenho nos exames padronizados aplicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar. As médias de desempenho utilizadas são as da Prova Brasil (para Ideb de escolas e municípios) e do Saeb (no caso do Ideb dos estados e nacional).

O Brasil alcançou o índice de 5,5 e bateu a meta que era 5,2.

Veja o ranking das escolas de Osasco:

1º – Ideb 6,9
EMEF General Antonio de Sampaio

2º – Ideb 6,8
EMEF Padre José Grossi Dias
EMEF Prof. Laerte José dos Santos

3º – Ideb 6,7
EMEF Marechal Bittencourt

4º – Ideb 6,4
EMEF Prof. Luciano Felicio Biondo
EMEF Prof. Manoel Tertuliano de Cerqueira

5º – Ideb 6,3
EMEF Benedicto Weschenfelder
EMEF Prof. João Euclydes Pereira
EMEF Escultor Victor Brecheret

6º – Ideb 6,2
EMEF Profa. Elza de Carvalho Mello Battiston
EMEF José Martiniano de Alencar
CEMEIEF Maria Tarcilla Fornasaro Melli
EMEF Prof. Max Zendron

7º – Ideb 6,1
EMEF Dr. José Manoel Ayres
EMEF Prof. Olavo Antonio Barbosa Spinola
EMEF Oswaldo Quirino Simões

8º – Ideb 6,0
EMEF Prof. Anezio Cabral
EMEF Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda
EMEF João Guimarães Rosa
EMEF Pastor Josias Baptista
EMEF Tobias Barreto de Menezes
EMEF Profa. Zuleika Gonçalves Mendes

9º – Ideb 5,9
CEMEIEF Prof. Darcy Ribeiro
EMEIEF Profa. Etiene Sales Campelo
EMEF Profa. Terezinha Martins Pereira

10º – Ideb 5,8
EMEF Alice Rabecchini Ferreira
EMEF Elio Aparecido da Silva
EMEF Dr. Hugo Ribeiro de Almeida
CEU José Saramago
EMEF Marina Saddi Haidar
EMEF Profa. Marina Von Puttkammer Melli
EMEIEF Messias Gonçalves da Silva
EMEF Profa. Olinda Moreira Lemes da Cunha
EMEF Irmã Tecla Merlo
CEU Dra. Zilda Arns Neumann

11º – Ideb 5,7
EMEF Maestro Domingos Blasco
EMEF Monsenhor Elídio Mantovani
EMEF Frei Gaspar da Madre de Deus
EMEF Luiz Bortolosso
EMEF Oscar Pennacino
EMEF Prof. Renato Fiuza Teles

12º – Ideb 5,6
EMEIEF Profa. Oneida Bortolote

13º – Ideb 5,5
EMEF Benedito Alves Turibio
EMEF Prof. Manoel Barbosa de Souza
CEMEIEF Profa. Maria José Ferreira Ferraz

14º – Ideb 5,4
EMEF Deputado Alfredo Farhat
EMEF Prof. João Campestrini
EMEF Quintino Bocaiúva
EMEIEF Prof. Valter de Oliveira Ferreira

15º – Ideb 5,3
EMEF Saad Bechara

16º – Ideb 5,2
EMEF Profa. Cecília Correa Castelani

17º – Ideb 5,1
EMEF José Veríssimo de Matos

18º – Ideb 4,9
EMEF Dr. Francisco Manuel Lumbrales Carneiro
EMEF Profa. Jeanete Beauchamp

A EMEF Fernando Botelho Franco não participou ou não atendeu os requisitos necessários para ter o desempenho calculado.

Opinião

Muitos especialistas discordam de rankings que utilizam o Ideb, pois cada escola possui sua própria meta. Acredita-se que a melhor análise a ser feita é a da evolução de cada unidade escolar, pois vários são os fatores que influenciam o seu desempenho, entre eles a localização, os investimentos aplicados e a capacitação dos profissionais.

Quem defende a comparação alega que as condições em Osasco não são tão diferentes, pois a Prefeitura sempre declara que os investimentos na educação são distribuídos de forma igualitária. Percebe-se também que, entre as primeiras posições, é possível encontra escolas da periferia ao lado de outras da região central.

Para consultar o banco de dados do Ideb acesse o site Ideb.inep.gov.br.


Compartilhe!
  • 1
    Share